Clique aqui para conhecer um pouco mais sobre a
proposta de trabalho do estúdio Tirititrán.

sábado, 13 de setembro de 2008

FaRRuCa

Una farruca en Galicia
amargamente lloraba
porque se la había muerto el farruco
y la gaita le tocaba.


Etimologia da Palavra:
  1. farruco = denominação andaluza (e, também, cubana) para designar o gallego ou o asturiano recém saído de sua terra.
  2. faruk (árabe) = valente.

A Farruca trata-se de um cante aflamencado de origem gallega, com copla de cuatro versos octosílabos (8 sílabas) em que rimam o segundo e o quarto.

Seu compás equivale a duas medidas de 4, com ênfase no primeiro e no terceiro tempos. Podemos representá-lo da seguinte maneira: [1] 2 [3] 4 [1] 2 [3] 4. É o único baile flamenco integralmente tocado em tom menor.

É cadencioso, melancólico, sóbrio e viril (com certo aire de soleá) em que se destacam fortes redobles de pés com claras influências de algumas formas gatitanas. Acredita-se que teve origem em um baile asturiano que chegou ao Puerto de Cádiz adquirindo o compás dos tangos gaditanos. Eram muito populares no início dos anos 20. O baile em si é executado em uma área limitada, requer destreza com os pitos e bom domínio de técnica de pés.


Y con el tran, tran, tran
tranteiro, tranteiro, tranteiro
con el tran, tran, tran
tranteiro, baila que te baila
que te canto yo.


Glossário:

  1. Cante aflamencado: cante proveniente do foclore não só andaluz mas também do gallego (como a Farruca), do asturiano (como o Garrotín) ou do Ibero americano (como a guajira, vidalita, rumba e colombiana). Com o tempo estas canções pertencentes a diversos folclores foram experimentando seu acercamento às formas flamencas.
  2. Gallego(a): Originário ou proveniente de Galícia (região noroeste da Espanha).
  3. Compás: Medida de uma frase musical com sua acentuação correspondente.
  4. Baile: É a dança propriamente dita. Apresenta um caráter vivo e encontra-se em constante evolução, mas suas características básicas cristalizaram-se entre 1869 e 1929, a chamada idade do ouro do flamenco.
  5. Aire: Termo que descreve a expressividade, a atmosfera ou caráter geral de uma performance flamenca.
  6. Soleá: Cante e baile flamencos de compasso misto que possui muitas variantes.
  7. Puerto de Cádiz: Foi na época de César que o Porto de Cádiz adquiriu notoriedade e explendor, exportando carnes/pescados conservados em sal e vinhos para Roma e outras províncias européias e africanas. A história torna-se um tanto obscura entre o século IV e o século XV em que a coroa Espanhola estabeleceria o Primeiro Porto na Bahia de Cádiz, fundando a Cidade de Puerto Real e conferindo-lhe exclusividade mercantil. Foi uma etapa de primazia do comércio africano que tomou o final do século XV e permaneceu em alta durante todo o século XVI. Entretanto com as grandes navegações e o sucesso do descobrimento de um novo continente, as portas foram abertas a um novo comércio: o das províncias de “ultramar”.
  8. Tangos: Cante e baile flamencos com compasso de 4/4, bem marcado e alegre .

Referências na Internet:

- Triste y Azul : Farruca

Referências de Vídeo:



La Frasca bailando coreografia de Isarel Galván



Farruquito, em Alma Vieja



Cia Sara Baras



Antonio Gades, 1969

Nenhum comentário: