Clique aqui para conhecer um pouco mais sobre a
proposta de trabalho do estúdio Tirititrán.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

LaS CaSTañUeLAs

Texto de Pia Villar
Tradução: Manu Ángel

As castanholas (castañuelas ou palillos) são consideradas instrumento nacional do folclore espanhol, apesar de ter sua origem atribuída aos fenícios, por volta dos anos 1000 a.C. Seu nome teria derivado-se do latin castanea, ou seja, castaña e, posteriormente, sofrido derivações até chegar no nome atual: castañuela.

Consistem em pedaços de madeira (geralmente castaño) que se entrelaçam com uma corda e que, de acordo com seu som, são colocados na mão direita e esquerda. Um par de castanholas é formado dois "jogos". Um deles é chamado "macho". O outro jogo é chamado "fêmea", sendo que a "fêmea" possui tonalidade mais alta e, geralmente, é tocada com a mão direita.

No princípio, eram presas em 4 dedos enquanto eram agitadas com os punhos. Posteriormente descobriu-se que com o dedo médio, conseguia-se tirar delas um melhor som. Finalmente, no século XVIII passou-se a utilizar o dedo polegar para prendê-las pois essa era a forma considerada mais elegante para o toque. Dessa maneira, as castanholas foram introduzidas na sociedade mais refinada da época para acompanhar seguidillas e boleros em festas sociais.

A maneira como acondicionamos nossas castanholas influenciam diretamente no som que elas emitem. Para que alcancem o som ideal devemos tocá-las por muitas horas e sempre guardá-las em uma capa especial para protege-las da umidade e de temperaturas muito altas.

Geralmente, as castanholas são utilizadas nos bailes regionais folclóricos (onde o dedo médio ainda se mantém como o mais usual), na escola clássica espanhola e também para acompanhar algumas óperas como, por exemplo, Carmen (entre outras). Algumas vezes encontramos as castanholas em Tunas e Estudantinas (grupos musicais organizados principalmente por estudantes). Existem alguns concertistas de castanholas que trabalham com orquestras importantes, aportando o caráter típico espanhol com este som peculiar. Alguns concertistas de castanhola de grande destaque foram: Antônia Mercé (La Argentina), Lucero Tena, Carmen de Vicente e José de Udaeta.

Na Andalucía, as castanholas são presas, usualmente, no dedo polegar e sua utilização é mais comum nos acompanhamentos de Sevillanas e Fandangos. Em menor escala são utilizadas nas Siguiriyas por ser o estilo que mais facilmente se acomoda ao som deste instrumento.

Em Oviedo (capital das Asturias) existe um museu arqueológico onde estão expostos diversos tipos de castanholas, alguns deles realmente espantosos. Na atualidade, as castanholas podem ser confeccionadas com materiais diferentes da madeira como a tela prensada ou a fibra de vidro, que garantem a durabilidade sem perda de qualidade.

Referências de Vídeo:


Método de Manuel Salado para aprender o
toque de castanholas (Sevillanas)


Castañuelas: Graciela Rios Saiz, Guitarra: Manolo Ygles


Pilar López, Siguiriya com castanholas.

Referências na Internet:

- Historia de la Castañuela
- Esbozo para una historia de las castañuelas
- Sobre Escola Bolera

Nenhum comentário: